sexta-feira, 1 de março de 2013

3 anos de blog e alguns pensamentos soltos.




Pra começo de post, eu esqueci o aniversário do blog, deve ser a velhice, porém o importante é que eu lembrei depois de uma semana. (risos) Então, no dia 21 de fevereiro   o blog completou três anos de existência,  e digo a vocês leitores que foram anos muito bons. Entre o blog e eu existe uma linha tênue que separa a Tuigue antes e depois do Muletas. Depois, que comecei a escrever as minhas experiências como muletante e agora cadeirante comecei a perceber que há um mundo de possibilidades e também de transformação nessa vida de pessoas com alguma deficiência. Não quero fazer falsa propaganda, mas em fator de heróis e mocinhos, ninguém se torna um herói de verdade só por atravessar uma rua má calçada. Precisamos de acesso sim, é um direito que qualquer cidadão, de poder ir e vir com um pouco de dignidade. As cidades estão muito mal preparadas para receber uma pessoa com deficiência, mas não é por isso que vamos desistir. Sabe aquele lema: "Nois se vira." Então, quando queremos alguma coisa de verdade, conseguimos, não é questão da lei do mais forte, quem dera fosse assim. A deficiência ainda é uma das coisas que causa mais preconceito em uma sociedade, e acho que desmistificar esse pré- conceito é uma das formas com mais habilidade de tirar essa ideia que pessoas com deficiência não podem casar, namorar, trabalhar, dirigir e por aí vai.
   E sabe de uma coisa, eu melhorei muito como pessoa depois que comecei a escrever, meu ego narcisista foi a alturas nesse momento, mas sem brincadeiras, quem escreve mata os monstros que vivem dentro de nós mesmos. Sabe aquela coisa, você é deficiente, então tem que ser 100% feliz, pra mostrar para as outras pessoas como superou tudo! Cansei! Verdadeiramente, eu sou feliz por mim só, porém esse negócio de mostrar isso ou aquilo não é comigo, se preocupar o que as pessoas vão pensar. O importante é ser você,  pensamentos tristes vão inundar o nosso cérebro  não é porque somos deficientes que ganhamos um dispositivo eletrônico que diz: Você está sempre feliz! (imagine uma voz de robô) Momentos tristes, sofrimento faz parte do ser humano, acho que fazer perguntas sobre porque comigo? Isso é muito válido, pois assim a mágoa que um dia sentimos de ser diferente vai sumindo de maneira gradativa. Falando em mágoa, acho que isso eu nunca senti, mágoa por ser diferente, na verdade eu já nasci com uma deficiência e me acostumei com ela. Acostumar não é igual se conformar, mas eu não fico pensando em quando eu voltar a andar, pois vivo o presente, e penso que esses momentos estão me dando muitas lembranças que vou levar pra vida toda. Então, não saberia responder qual a pior situação nascer com uma deficiência que aos poucos vai paralisando  seus movimentos, ou de uma hora para outra você se ver em uma cadeira de rodas. Bom, o importante é saber olhar pelo lado mais suave, pois a vida é uma só pra sofrer com coisa pouco importantes, como: movimentos, pernas, braços, o que vale de verdade é o coração. (risos) Obrigada a todos por esses momentos aqui vividos, por ter paciência de ler as loucuras dessa maluca desvairada!

Feliz Aniversário ao blog e a nós todos! E que essa vida seja longa!

Beijo Grande!

2 comentários:

  1. Viva ao blog e a vc Tuigue! Concordo com tudo escrito acima e acrescento, não somos heróis, apenas humanos, com defeitos e qualidades. Queremos somente respeito e tratamento de igual para igual.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, mas os parabéns é para todos nós, pois sem vocês, os leitores, esse blog não seria nada. Fico feliz por ter alcançado as pessoas de alguma forma. Volte sempre!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Volte sempre!