terça-feira, 30 de março de 2010

Novidade!!!!!

                                                   

Nossa gente!!!! Essa semana estou meia atrapalhadinha... rsrsrr

Mais vou contar uma novidade, sempre quiz fazer uma tatuagem...
Sabe aquela coisa de adolescente, então a adolescência passou e eu não fiz!!! :(
Mais semana passada criei coragem e fiz!
Escolhi tatuar Vida no pulso, penso que a tattoo deve ter algum significado...
E Vida é um significado bom, rs
Isso que um tempo atrás tinha marcado, mais o tatuador não apareceu...rsrsr
Ah!!! ficou bem legal, vocês podem não acreditar mais nem doeu....
Sério!!! Foi bem tranquilo....
Ainda está em fase de cicatrização, agora é só tomar os devidos cuidados para cicatrizar bem,  mais estou bem feliz com a minha tatuagem!!!
Vê se pode, estar feliz por uma tatuagem, mais eu sou assim mesmo!!!
Louca por opção!!! rs
A clínica do tatuador fica naquele prédio do  cursinho lembra? Que o elevador parou?
Mais dessa vez não parou não rsrs.... O prédio continua o mesmo, nem  uma rampinha sniffff :(
Nem um corrimão nos degruas, uma ajudinha pra lesadinha aqui!!!!  :D

Beijinhos e Boa Semana!!!!
=]

(Imagem do arquivo pessoal)

quinta-feira, 25 de março de 2010

Os Passos da Vida!!!!


Era uma vez uma menina na adolescência sabe, aquela fase complicadinha achando a mais feias das criaturas, espinhas por todo o lado... ( isso não mudou muito até hoje... rsrs)


Mais isso não era nada, ela era uma menina com sonhos, desejos e uma vontade de viver enorme...Já tinha terminado o segundo grau, mesmo mancando foi na formatura sem as muletas, depois disso essa menina começou a trabalhar nos correios, o seu  primeiro emprego, ela estava se achando a última bolachinha do pacote haha

Então sua mobilidade estava piorando, ela caia com frequencia, mais não queria aceitar, sabe como é?

Ela foi ao médico, ele receitou um aparelho para a perna esquerda, já que o problema estava se agravando....
A clínica para tirar a medida do aparelho ficava em outra cidade, então ela foi com muita tristeza, mais foi...
Chegando lá engessaram a perna esquerda para tirar o molde do aparelho, ou tutor como vocês preferirem... Então dentro de um mês o aparelho ficaria pronto, a menina que não aceitava a situação foi provar o tal aparelho, que serviu direitinho para a sua tristeza.. .Ela saiu chorando da clínica... No começo tudo parecia tão confuso, distorcido, o mundo que ela tanto sonhava estava de cabeça para baixo, mais essa menina conseguiu vencer o "medo" de ser diferente, fora dos padrões, e conseguiu vencer essa batalha, que o diferente assusta, mais também um mundo certinho demais seria um tédio, e ser diferente dos outros também tem seu ponto positivo... haha

Ela soube que a vida tem idas e vindas, e você nunca sabe o que te espera lá na frente...
Quero dizer que essa menina aprendeu a cada dia dentro das suas limitações que um aparelho a mais não faz a diferença, o que faz a diferença mesmo, é  ser “Você” do jeito que é, e aceitar tudo com serenidade, que a felicidade pode estar no outro lado da rua...
É só você atravessar e sorrir para ela....

Bjocas!!!!
Até o próximo post!!!!
(Imagem retirada do google)

quarta-feira, 24 de março de 2010

Novo Comercial Da Nextel com o Herbert Vianna



O Novo comercial com o Herbert Vianna, vocalista dos Paralamas do Sucesso e o cadeirante mais conhecido do Brasil, é isso aí...
Assistam e aproveitem!!!
Bjocas!!!!
Até o próximo post!!!!

terça-feira, 23 de março de 2010

Incontinência Urinária...


Oiii gente... Lembra do post do "Dia do Mix" , então hoje resolvi abordar um assunto bem trágico rsrsr que todo lesado medular tem que aprender a conviver, a incontinência urinaria, quer dizer quase todos né, alguns tem a sorte de não ter... Mais vamos as explicações...

A maioria das pessoas com lesão medular não possui controle urinário normal. O sistema urinário é responsável pela produção, armazenamento e eliminação da urina e é formado pelos rins, ureteres, bexiga e uretra
A urina é produzida pelos rins. Depois que os rins produzem a urina, esta passa pelos ureteres e é armazenada na bexiga. A bexiga é como um "saco muscular". Quando ela enche, os músculos da bexiga se contraem e a urina é eliminada através da uretra. No momento em que os músculos da bexiga se contraem o esfíncter da uretra, que também é um músculo, se relaxa para facilitar a saída da urina. Normalmente ocorre um funcionamento sinérgico entre a bexiga e a uretra, ou seja, durante o enchimento, a musculatura da bexiga está relaxada para acomodar a urina proveniente dos rins, enquanto o músculo do esfíncter da uretra está contraído para evitar a saída da urina coletada na bexiga. Ao contrário, quando a bexiga se contrai para eliminar o seu conteúdo, o esfíncter relaxa para permitir a eliminação da urina. Para isso acontecer normalmente, é preciso haver coordenação entre os músculos da bexiga e do esfíncter da uretra. Quando este trabalho não ocorre de maneira integrada, acontece o que se chama dissinergismo vésico-esfincteriano, situação que contribui para a ocorrência de complicações. Se a bexiga e o esfíncter se contraírem ao mesmo tempo, haverá um esforço maior da musculatura da bexiga para conseguir vencer a resistência do músculo da uretra. Este esforço leva, com o tempo, a um enfraquecimento da parede da bexiga e a formação de divertículos que acumulam urina residual, diminuindo a resistência a infecções, favorecendo a formação de cálculos e o refluxo de urina da bexiga para os rins, colocando em risco a função renal.





O cérebro e a medula espinhal são responsáveis pelo trabalho coordenado entre a bexiga e o esfíncter uretral, garantindo o controle urinário. Uma lesão medular pode comprometer a comunicação entre o cérebro e o sistema urinário e a eliminação da urina armazenada na bexiga deixa de ser automática.
Se a lesão for incompleta, é possível haver recuperação parcial ou até total com o tempo. Mas até que esta recuperação aconteça, a utilização de alguma técnica para esvaziar a bexiga pode ser necessária.
Dependendo do nível da lesão medular, a bexiga pode passar a ter dois tipos de comportamento:
Passa a acumular uma quantidade menor de urina do que antes da lesão medular e os músculos da bexiga passam a ter contrações involuntárias com perdas freqüentes de urina - bexiga espástica, comum nas lesões medulares acima do nível sacral (acima de T12).
Passa a acumular uma quantidade maior de urina do que antes da lesão medular porque os músculos da bexiga não se contraem mais e isto faz com que grande quantidade de urina fique retida dentro da bexiga, muito acima da capacidade normal - bexiga flácida, comum nas lesões medulares ao nível sacral (abaixo de T12).
O diagnóstico do tipo de bexiga é importante para a definição do tipo de tratamento que, de qualquer maneira, tem como principais objetivos: manter a bexiga com baixa quantidade de urina e com baixa pressão em seu interior, evitando o refluxo de urina da bexiga para os rins, prevenir infecções urinárias, promover a continência e preservar a função dos rins.
O método mais utilizado para esvaziamento da bexiga é o cateterismo intermitente. A técnica é simples e pode ser aprendida facilmente. O cateterismo intermitente é um procedimento no qual é introduzido um catéter (tubo) limpo através da uretra para esvaziar a bexiga, a cada três ou quatro horas durante o dia, procurando manter a pressão dentro da bexiga em níveis normais e evitando as perdas urinárias. Se, mesmo com o cateterismo realizado adequadamente, continuar havendo perdas, existem medicações que interferem na contração ou no relaxamento da bexiga ou da uretra que, associadas ao cateterismo, vão permitir melhores condições de armazenamento e esvaziamento. É muito importante também a higiene na hora de esvaziar a bexiga com a sonda, quanto mais limpo, menos infecções irá contrair, as sondas são descartáveis, primeira coisa, lave bem as mãos, antes de manipular o produto, faça também uma higienização no local, se estiver fora de casa lenços umedecidos ajudam, esvazie toda a bexiga com a sonda e jogue fora...




Exemplo de uma sonda...

Então gente, eu também tenho a trágica incontinência urinaria rsrs, ainda bem que a minha é uma das mais leves, eu tomo um remédio (caro rsrs) que ajuda bastante, mais isso a gente aprende a conviver, fazer o que né?
Como falou meu médico:
-Tuigue, por enquanto a incontinência não tem cura, então você tem que aprender a conviver com ela, e sempre vai existir alguém em melhor ou pior situação que você..

É isso aí gente...
Vivendo e aprendendo!!!
Bjocas!!!!
Até o próximo post....


domingo, 21 de março de 2010

Dia Internacional Da Síndrome de Down


Hoje dia 21 de Março é o dia internacional da Sindrome de Down, e não podia deixar essa data tão importante para trás, como os deficientes físicos, os downs e os pais estão na luta pelos seus direitos em uma sociedade mais justa, direito em frequentar uma escola normal, em ter um trabalho, para as pessoas com síndrome de down, trabalhar vai além de ter um salário, é ter dignidade, o que para muitos podem significar somente garantia de direitos, para eles é uma atitude de inclusão. Infelizmente ainda há muito preconceito com as pessoas com sindrome de down, pela sua capacidade intelectual.
A síndrome de down é um distúrbio genético causado pela presença do cromossomo 21. Ocorre ao acaso durante a divisão celular do embrião. na célula normal do homem existem 46 cromossomos divididos em 23 pares e as pessoas com síndrome de Down possuem 47, sendo o cromossomo extra ligado ao par 21. Essa modificação impede alguns desenvolvimentos, como estatura, fala e atividades intelectuais. Antes, a perspectiva de vida para essas pessoas era somente até a adolescência. A partir dos anos 80, houve uma mudança cultural em relação ao tratamento e à perspectiva de vida fazendo chegar à terceira idade.


Mais para chegar a uma qualidade de vida é preciso o apoio clínico e, principalmente familiar, pois a pessoa com síndrome de Down deve ser estimulada ao máximo para descobrir novos talentos...
É isso aí!!!!
Viva a Diferença!!!
Bjos!!! =]

(Imagem retirada do google)

sábado, 20 de março de 2010

Um dia de inverno


Nós no zoo


No ano retrasado, resolvermos sair num domingo de inverno para conhecer Pomerode, uma cidade colonizada por alemães. Saímos de casa bem cedinho, é um pouco longinho passamos por várias cidades até que paramos em um posto de gasolina umas 9:00 da manhã, perguntamos ao moço que ficava na bomba, se ainda estava muito longe para chegarmos a Pomerode ele falou que não, mais uma hora de carro chegaríamos ao destino, tive que usar o WC do posto de gasolina, lá vai a mãe com o “Kit naninha” rsrsr, álcool e papel toalha, pra mim poder usar o recinto...
Então logo seguimos viagem ao nosso destino, depois de uma hora chegamos a Pomerode, cidade simpática, estilo colonial, fomos visitar o zoológico, dizem que é o melhor de Santa Catarina, levei o meu cavalo, não gente não é meu animal de estimação não, rs é a cadeira de rodas, melhor né, não cansa muito. Entramos no zoológico, aaaêêêêêê, não paguei a entrada, ponto positivo para o zoo! Andamos o zoo todo, quer dizer eu rodei né, tipo a acessibilidade é bem bacana lá, dá de visitar tranquilo, mais na hora de fazer um mix, mais vocês vão perguntar de novo? É assim mesmo gente kkkkkkk. O WC não era adaptado, ainda bem que eu dou uns passinhos me agarrando, então o que eu fiz, entrei no WC, ainda bem que a porta era larga, encostei a cadeira bem na porta do banheiro, bem estreitinha rrsrs abri a mesma, travei a cadeira, me segurei nas vistas da porta, dei dois passinhos já estava lá dentro, fiz o mix tranquilamente, depois fiz o mesmo processo, mais ao contrário, ainda bem que deu tudo certo. Logo que saímos do zoo passamos em um restaurante, pra encher a pansa, rsrs depois de tanto esforço, temos que abastecer, já nesse lugar fui de muletas, muito apertadinho a cadeira não passava, por isso que é bom ser “total Flex” haha, você pode escolher, cadeira ou muletas... Depois seguimos viagem com destino a Jaraguá do Sul, cidade têxtil, onde se encontra umas das maiores empresas de roupas de Santa Catarina, a Malwee, gostosa como um abraço.. rsrrs Que também tem um Parque com esse nome, resolvemos ir visitar, um lugar incrível, muito verde, museus, muita coisa bacana, andamos por tudo, que dizer eu rodei de novo né, alguns lugares inacessíveis mais deu de curtir bastante.. Pra ter uma idéia o Parque da Malwee”, tem 1.500.000 m² de área preservada e aproximadamente 35.000 árvores de diversas espécies (brasileiras e estrangeiras) enriquecidos com 2 museus.. Tiramos algumas fotos, visitamos os museus, tinha um lago com muitas Vitórias Régias, muito interessante o lugar, e também muito legal essa iniciativa da Malwee, a entrada é gratuita e pode ficar o dia inteiro se quiser, mais tem alguns morros, já para a cadeira fica meio complicado...




A gente no Parque da malwee...



Umas 16:00 horas saímos do parque em direção para a casa, pois ainda tínhamos 2 horas de viagem...
Apesar dos abstáculos foi um dia bem interessante...
É muito bom conhecer lugares novos, você sempre aproveita algo do lugar, e saí dali com uma nova cultura, novos costumes...
Beijos!!!
Até o próximo post!!!!

terça-feira, 16 de março de 2010

Novelinha....

Aiiii gente!!!! Estamos em alta, lá nas alturas, sem saber voar, mais estamos, não estou falando em voar de asa-delta não... rsrsr
Estou falando da novela, agora o que se fala é acessibilidade, tudo gira em torno dos cadeirante, deficientes em geral aêêêêêêê, pelo menos uma vez na vida somos foco de atenção né, mais estou percebendo que aos poucos vamos conquistando nosso espaço..
Mais vamos lá para a realidade, e quando acabar a novela? Vamos ser esquecidos, vamos voltar ao posto de antes da grande minoria esquecidos nessa sociedade.
É triste, mais a realidade é dura, temos que provar tantas coisas para uma sociedade hipócrita, alguns acham que estar em uma cadeira de rodas é estar doente, outros pensam que temos atraso intelectual, não quero julgar isso (respeito muito as pessoas com atraso intelectual, cada um tem suas limitações, e tem que saber como lidar com isso). Mais sabe como é, lá na novela é tudo um mar de rosas, Luciana se recuperando cada vez mais rápido, claro ela é rica, tem recursos para isso, mais se fosse uma pessoa comum, será que a recuperação seria a mesma? Mais a vida real de uma "malacabada" é diferente. Sei que é interessante, mostrar as dificuldades, passadas por uma pessoa cadeirante, ainda mais tetraplégica.
Você sofre preconceito por alguma coisa que você não tem controle, você não tem culpa de estar em uma cadeira, seja por alguma fatalidade da vida, ou então por uma doença. Você está ali naquela situação e pronto, está tentando viver o mais "normal" possível, com todos os obstáculos que encontramos todos os dias, seja ele arquitetônico ou preconceituoso, mais estamos aí diferentes tentando mostrar que temos um lugarsinho nem que seja no final da fila. Mais acredito que daqui a alguns anos, isso se tornará mais comum, pessoas cadeirantes circulando pelas cidades, não é desacreditar, mais na minha cidade quando saio é difícil ver alguém deficiente. Acho que as minhas muletinhas rosas já estão quase famosas... hehe

Mais o que importa mesmo, é continuar lutando pelos nossos direitos, e saber que "Ser Diferente Também é Normal"

Até o próximo post!!! Esse Negócio de "brogueira" viciaaa.... rrsrrs
Beijos!!! =]

domingo, 14 de março de 2010

Idade Nova!!!





Aiii gente!!!!! O Aniversário chegou... rrsr e veio todas aquelas lembranças da infância, adolescência... Como o tempo passa depressa, quando vimos já estamos quase uma idosa... rsrrs Exagerada!!!!

Nasci numa sexta-feira 13, ai gente não sou bruxa não.. rsrsr Podem ficar descansadas, no dia 13 de Março de 1981, coinscidencia ou não o ano de 1981 é considerado o ano "Internacional Da Pessoa com Deficiência", bacana , 29 anos de luta e algumas conquistas pode- se dizer...









A gente sente saudades de tantas coisas, éramos felizes e nem sabíamos, claro que não me considero uma garota infeliz, não é isso é claro, mais é uma saudade boa, uma nostalgia de tantas coisas que vivemos e sentimos... Tantos momentos bons, e também momentos complicados, mais tirei esses momentos de letra, e só fiquei com os momentos bons na lembrança...



Ontem eu tinha 28, hoje tenho 29, é estranho e ao mesmo tempo bom ,por saber que estamos em uma nova idade, que temos tantos caminhos a seguir, nunca se sabe o que pode encontrar amanhã na nossa frente.
Tudo pode mudar, essa é a vida!!!!
Estou muito feliz, e posso confessar que esse blog tem me ajudado muito, com meu número grande de 2 leitores rsrsrsrsr

É bom escrever o que sentimos e também as histórias que vivemos, nos sentimos mais leve.. hehe


Boa Semana!!!!
Bjos!!! =]

sexta-feira, 12 de março de 2010

O Dia Em Que O Elevador Parou....


Eu estava fazendo um cursinho de design gráfico, o cursinho ficava no térreo, degraus baixos, isso é importante para mim, já que minha perna esquerda não tem muita força... Então até que mudaram para outro prédio, ficava no segundo andar, elevador tudo certinho, mais para chegar ao elevador tinha um degrau dava uns três passinhos, mais três degraus, ta bom fazer o que?
O curso era toda terça, das 19:00 às 22:00, iam me levar e buscar, ainda não tenho o carro adaptado...(mais isso vai mudar logo logo) hehe
Então um dia comum como todos subi os três degraus que tinha para o acesso ao elevador que não era fácil, é um pouco alto, ficava meio complicado, mais fazia isso toda terça, minha saga rsrs
Quando apertei o botão para chamar o elevador, para a minha surpresa!!!! rsrsrs Não estava funcionando....
Então me acompanhavam até a porta do elevador, nesse dia estava o pai, ele subiu as escadas e perguntou na recepção se tinha acontecido algo com o elevador, estava quebrado.... rsrrs
Então eu subi com as muletinhas cor-de-rosa, dois lances de escada, Nossa Senhora das Muletinhas, quase morri de cansada kkkkkk
Quando cheguei lá meus braços tremiam, tipo quando se usa muletas, e você faz muita força com os braços eles formigam, e também doem...

Assisti a aula, mais contente... rssrs
E também tive que descer, mais "pra baixo todo santo ajuda" rs

Braços doendo não é nada!!!!
Até as próximas aventuras da garota super muletas!!!! rssrrs
Amanhã é meu aniversário!!!!
Bjos!!!!!

quarta-feira, 10 de março de 2010

O dia do "mix"



Nesses dias fomos conhecer a praia de Armaçãozinha, lugar muito bonito. Saímos de casa de manhã bem cedo, o caminho é um pouco longo, ainda mais que a estrada não ajuda muito, uma parte do percurso é estrada de terra, carro balançando mais que montanha russa... uíiii... e também com muitos morros mais a paisagem vale a pena, lugar incrível, com uma praia de pescadores, pessoas simples.. Chegamos lá por volta de umas 10:00 horas da manhã, sentamos na beira da praia, só que nem estávamos de biquini, fomos só pra conhecer mesmo o lugar, na beira da praia tinha uns pés de amendoeiras, e também uns banquinhos com umas mesinhas, mais então sentamos ali e ficamos conversando, tirei umas fotos... (a foto do post de hoje foi eu que tirei...rssr) Tomamos um suco, tempo vai, tempo vem, deu aquela vontade de fazer um "mix",( sabe como é, pessoas com lesão na medula, muitos não conseguem aguentar o xixi na bexiga por muito tempo, qualquer dia vou explicar melhor sobre isso) só tinha um super mercado, mais o banheiro era no andar de cima e agora? Nossa Senhora das Muletinhas... Tinha um bar no final da praia, então fomos lá e perguntamos se tinha um WC que eu pudesse usar, não vamos dizer que era um WC, mais deu de esvaziar a bexiga, rs Tá bom gente era um cubículo... rs passei raspando pela portinha, e olha que eu sou magrinha... rsrsr









Imagina se eu tivesse com o meu cavalo vulgo, cadeira, e se fosse qualquer cadeirante, como podia fazer um "pipi" tranquilamente como qualquer ser humano...

Banheiros adaptados precisam de portas largas, barra no lado do sanitário para um cadeirante se transferir. assento mais alto...

Se todo mundo se conscientizasse, e fizesse um banheiro adaptado em seu estabelecimento, os cadeirantes e também pessoas com mobilidade reduzida
agradeceriam...
Sempre que frequentamos algum lugar e vimos que quase sempre não há banheiros, sugerimos para a construção de um banheiro adaptado, não só eu vou usar, mais outros cadeirantes que frequentarão o lugar também poderão usufruir, temos os mesmos direitos, dizem que somos minoria, mais essa minoria já são de 25 milhões de pessoas com alguma deficiência...

Olha um exemplo de Banheiro Adapatado






Não só banheiros né gente!!!!
Mais se todo estabelecimento se conscientizasse, já seria um belo começo para um mundo mais igual pra todos!!!

Aniversário chegando haha!!!!
Bjos até o próximo post!!!!


domingo, 7 de março de 2010

Amor? Onde tu estás?



Ah! A nossa vida é cheia de surpresas, mesmo deficiente sempre acontece fatos imprevistos, quando você menos espera, o amor acontece... Ah! O amor, é complicado, é inexplicável, é um sentimento sem definições.

Mais quando acontece nos transfere há um mundo imagináveis com turbilhões de emoções.

Ser uma pessoa diferente das outras remete uma estranheza, sabemos que tudo o que é diferente assusta, mais também remete uma curiosidade, algumas pessoas são mais seguras, outras menos, nessa questão de amor, paixão, esse mundo "bão" uíii.... Mais mesmo uma pessoa fora dos padrões normais, também ama, deseja, como qualquer outra. Algumas tem a idéia que somos assexuados, não sei como surgiu isso, mais vamos deixar essa história pra um próximo post...
O amor acontece pela pessoa que é, não por um corpo torto, ou por usar uma muleta ou cadeira, o ser humano está acima disso.. Quando você está entregue, até esquece que possuí alguma deficiência, cada encontro se torna uma emoção diferente, saí da sua rotina, das sondas, dos exercícios, dos liquidos que devem tomar, aqueles momentos "chatinhos" de defcientes. Você está diante de um mundo novo, a sua vida vira de cabeça pra baixo, a coragem nos toma conta de arriscar...








Cada pessoa deficiente ou não, tem o seu momento de se apaixonar, se entregar, não fique pensando que você é a ultima pessoa da terra, que ninguém te quer, cada pessoa é única, até eu tive rsrs , e olha que ele é "normal", mais já passou, só ficou uma lembrança boa de tudo o que aconteceu, nem chegamos a namorar, olha o momento nostalgia... Não tenha essa ideia que cadeirante namora cadeirante, a diversidade é feita para isso, para pessoas se conhecerem e amarem do jeito que são... Mais o primeiro é só o primeiro passo, os outros virão com o decorrer da vida...

Então se deixem ser amadas, dê uma chance a você, quando menos esperar vai acontecer....

Até o próximo post!!!

Boa semana !!!!!



sexta-feira, 5 de março de 2010

Superação

Esse é o Nick Vujicic, um Australiano que nasceu sem braços nem pernas, sem nenhum motivo aparente....
Na Austrália deficiente físicos não podem frequentar a escola pública, Nick, venceu mais essa batalha e mostrou que ele pode tudo mesmo, sem braços e nem pernas...

Esse vídeo é pra calar a boca daqueles que reclamam da vida!!!!!

Vejam e se emocionem, com o exemplo de Nick!!!


video

Bjos e bom final de semana!!!!

terça-feira, 2 de março de 2010

Uma cadeira, uma vida!!!



A cadeira de rodas é o transporte mais perfeito e mais antigo que já se inventou para a locomoção de deficientes físicos. Escolher uma cadeira não é uma tarefa fácil, existem vários modelos no mercado, diferentes cores, modelos, pneus de cores variadas, e também o número da sua cadeira. Número o que é isso? É gente é isso mesmo a cadeira é como uma calça jens por exemplo, se você usa o 38, a cadeira tbm é 38, mais ou menos nessa proporção, tem que levar em conta também a estética da cadeira. Ela vai se tornar um acessório indispensável, como por exemplo um óculos importado... Então escolha bem, ela vai ficar com você por alguns anos, as cadeiras são bem duravéis, e também têm vários preços, a mais barata igual uma carroça de boi rsrsr ou a mais cara por exemplo igual um carro esportivo, mais vai ter uma, que vai caber no seu bolso..
Para que gosta de viajar as cadeiras esportivas, são uma boa opção, tipo "monoblocos" (elas não desmontam a estrutura), assim não corre o risco de perder peças ou esquecer... rsrsr

Essa é a M3 uma cadeira "Monobloco" da ortobrás....




Alguns muletantes como eu, tem uma cadeira de rodas, ela é mais prática e rápida, sei que alguns ainda relutam, querem ter o perfil de uma pessoa andante, mesmo se arrastando com suas muletas, andadores, não aceitam sentar em uma cadeira de rodas, tendo uma imagem de se tornarem mais deficientes do que são...
Mais estão enganados,uma cadeira pode trazer muita ajuda, tendo mais habilidade para andar, quer dizer rodar rs, claro que com isso você tem que procurar sempre lugares acessíveis...
A cadeira também pode instigar curiosidade das pessoas, admiração e até respeito.
Se você conseguir, andar em uma cadeira de longo, mini-saia, em uma praia de biquini, vão perceber que a cadeira é o sinal de liberdade.
Você pode ir no shopping, fazer esportes radicais, namorar, sair, tudo com ela, com o tempo você vai percebendo que vai ficar mais fácil a adaptação, claro se você conseguir andar de muletas, ótimo! Lute! Assim você vai conseguir entrar em portas mais estreitas, banheiros normais.




Olha eu aí na minha cadeira... rsrsrsr

Pessoas tetraplégicas (que não mexem os membros superiores e inferiores), precisam de uma cadeira automática, assim também vão ter mais liberdade de ir e vir, não precisando alguém para empurrá-las.

É isso aí!!!!
Vamos aproveitar ao máximo nossa liberdade de ir e vir com nossos "cavalinhos"

Bjos!!! até a próxima!!!