quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Quebrar barreiras?

Oiii gente!!!! 

Essa semana estou um pouco desanimada pra postar algo que preste aqui no blog, e a respeito à você leitor... Preciso de um ânimo hehe!!!!!
Então decidi postar um vídeo do youtube!!!!!



Imagem que valem mais que palavras..... Preciso escrever mais alguma coisa?

Boa semana!!!
Beijos Muletantes!!! =]

domingo, 26 de setembro de 2010

Novo visual!!!

Oiii gente!!!!

Desde o verão do ano passado que estou deixando meus cabelos crescerem,  uma árdua e longa espera, pra quem mais de cinco anos teve os  cabelos sempre curtissímos, a lesada que vós fala está mudando, e acho que tem sido pra melhor... Quen sabe não renasce uma nova Tuigue... rrsrrs Tenho certeza que será difícil, pois cada ser humano é único, essa é a graça que a vida nos faz... Únicos!!!!
Estou adorando o novo estilo de cabelos mais longos, mudar é sempre um bom sinal, essa semana fiz luzes loiras... rsrsr Não gente não vou me tornar uma loira falsificada, mas, a vida é minha eu faço que eu quiser... rsrsr Mas, ainda gosto dos meus longos fios pretos... Hehe




   Ah! Deletem a cara de tonga... rsrsrs , mais ficou legal, eu gostei do novo visual!!!!

Beijos Muletantes =]

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A consulta!!!


No começo dessa semana voltei ao médico, o urologista, pra saber se tudo está funcionando direitinho, minha bexiga e suas complicações... rsrsr
O médico fica em Florianópolis, como moro a 48 km da Capital maravilhosa rsrsr haja bunda, uma hora sentada no carro, ah, esqueci eu vivo sentada rsrsr... Atrasamos um pouco, pois havia um acidente na BR, então ficamos uns quinze minutos de fila, mas quando cheguei o médico ainda estava atendendo...  Fica no terceiro andar de um prédio na Avenida Rio Branco, até que é bem acessível rampa na recepção, o elevador coube a cadeira e tudo, rsrsr Eu sei que pode ser bobagem, mas isso é maravilhoso quando se está em uma cadeira de rodas, não precisar da ajuda de ninguém “se virar sozinha”.... Então cheguei ali na recepção, a recepcionista atendeu, cobrou e fiquei aguardando o médico chamar... Ah!!!! Mais  uma vez tive que soletrar meu nome, isso já é de praxe, quando se tem um nome “diferenthi”.. Mas tudo bem, depois de uns dez minutos esperando ele me chamou, levou um susto de leve quando me viu de cadeira.. rsrs 

Então me fez aquelas perguntas como estava minha bexiga, falei que tá boazinha, nem vazar, vazou mais...Está comportadinha....  E mais umas trezentas perguntas.... rsrsr
Então me passou todos aqueles exames de novo, de urina, sangue e também a ultrassom da própria, a bexiga que não me respitava mais... Daqui a quinze dias, vou voltar e mostrar todos os exames.... Vamos ver em que estado a bexiga da lesada que vós fala se encontra.... :D
Ah!! Mais uma coisa, nessa clinica não tem banheiro adaptado, por ser uma clinica só de urologista, podia ter né, ou sei lá as pessoas deficientes não freqüentam a mesma, a lesada aqui deve ser a única!
Depois saímos da clínica, fomos para o segundo andar, onde fica a clinica que realiza a ultrassom, já marquei pro mesmo dia, que eu retorno ao médico, o resultado sai na hora.... hehe  
Depois sai tranquilamente, quando chegamos perto do estacionamento, tem uma guarita e uma rampa meio absurda.... Ainda bem que o guarda me ajudou a descer, empurrando a cadeira, ou então já estaria lá no outro lado da rua rsrrsr .... Legal que tem gente que ajuda as lesadinhas como eu.... Mais uma hora de carro e chegamos em casa, bunda achatada é tensa... kkkkkk


Ah!!! Quem chegou atrasado e não conferiu A saga da incontinência, pode aproveitar!!!! rssrrs 
Bom fim de semana!!!
Beijos Muletantes =]

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Turismo para todos!!!! (Em busca da acessibilidade.)



Em três anos, Santa Catarina quer se tornar referência em turismo acessível. A meta faz parte de um projeto da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte que pretende transformar Camboriú e Garopaba em destino turístico para pessoas com necessidades especiais.

O Estado começa, hoje, uma luta para tornar o turismo acessível para pessoas com necessidades especiais.

Um projeto pretende tornar Santa Catarina referência e destino turístico no que diz respeito a um público que sofre limitações físicas e tem vontade de conhecer novos lugares.

O primeiro passo é o mapeamento e o diagnóstico da acessibilidade de cada cidade. Em Camboriú, a etapa inicia hoje, Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, enquanto que em Garopaba as atividades começam no dia 2.

A estimativa é que a primeira fase esteja concluída em até dois meses. O estudo vai apontar quais melhorias, estratégias e modificações necessárias, e também fornecerá uma estimativa de custo de cada item. A partir daí, serão definidos com as prefeituras os pontos prioritários que serão encaminhados para a arrecadação de recursos em 2011.

Garopaba vai privilegiar o segmento sol e mar. Camboriú, o turismo rural. De acordo com a gerente de Políticas de Turismo da secretaria, Elisa Wypes Sant’Ana de Liz, paralelamente vão ser feitos levantamentos do número de pessoas que possuem necessidades especiais ou problemas de mobilidade nas duas cidades.

– Temos que tornar os destinos acessíveis. É o primeiro passo que Santa Catarina dá num projeto de gestão responsável na acessibilidade. Automaticamente, outras demandas surgirão a partir disso – destaca Elisa.

O estudo avaliará itens como edificações de uso público ou coletivo, ruas, praças, parques e pontos turísticos. Também serão analisados o transporte coletivo e os serviços como rede hoteleira, restaurantes e lojas.

Quase 25 milhões de pessoas com necessidades especiais

O último Censo de IBGE (2000) aponta que 14,48% da população brasileira possui algum tipo de necessidade especial. São quase 25 milhões de pessoas que apresentam alguma deficiência mental, física, auditiva, visual ou motora. Em Santa Catarina, a percentagem é de 14,21%, o que representa mais de 760 mil habitantes. Para Edison Passafaro, consultor em mobilidade urbana, tecnologia assistiva e inclusão, apesar dos números, a realidade é de exclusão. Ele diz que isso pode mudar se a legislação passar a ser cumprida.

– A inclusão social passa pela econômica. Sem mobilidade, eu não tenho formação e, com isso, não tenho emprego, muito menos renda. Se o governo investir em infraestrutura, eu inverto essa regra do jogo. Vou ter formação, qualificação e, consequentemente, minha própria renda. Isso é inclusão social – enfatiza
.

 Nossa!!! Fiquei super feliz com essa notícia, em passo de formiguinha estamos indo.... Acessibilidade para todos, esse  é o lema, podemos mudar a nossa rua, estado ou quem sabe até nosso país, onde  qualquer pessoa com alguma dificuldade de locomação possa ir e vir!!!!  Estamos conseguindo mudar um pouco essa realidade, e isso é um ponto positivo para a sociedade!!! Ainda mais aqui em Santa Catarina, estamos crescendo a acessibilidade, isso é muito importante!!!!



Ah!!! Mais uma coisa, hoje comemora-se o  Dia Nacional de Luta das Pessoas Deficientes, que foi instituído pelo movimento social em Encontro Nacional, em 1982, com todas as entidades nacionais. Foi escolhido o dia 21 de setembro pela proximidade com a primavera e o dia da árvore numa representação do nascimento de nossas reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições.
Esta data é comemorada e lembrada todos os anos desde então em todos os estados; serve de momento para refletir e buscar novos caminhos em nossas lutas, e também como forma de divulgar nossas lutas por inclusão social.

Boa semana!!!!
Beijos Muletantes =]

Fonte: Diário Catarinense

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Será que encontrei a cura?


Não sei se vocês já perceberam, quando alguém adquiriu uma deficiência ao longo da vida, ela se apega a alguma religião, assim buscando que aquela religião lhe cure da “desgraça” de ser deficiente; (claro que nem . todos pensam assim)... E também respeito a fé e a religião de cada um...
Claro que quando você fica deficiente, não é muito fácil..Você fica revoltado? Claro, quem não fica, mas, tudo é uma fase até você se adaptar a sua nova realidade, e aceitar seu corpo e seu estado de espírito, assim tudo flui... hehe
Ainda bem que essa fase já passei lá na minha adolescência, hoje sou essa menina “bacanuda” e humilde rsrsr, que vocês estão cansados de saber...

Mas, falando desse assunto sobre cura, vou relatar um fato que aconteceu comigo há algum tempo, (mais ou menos uns dois anos atrás)... Estava em outra cidade, onde há praia, verão movimento na rua estava intenso, estava eu saindo de uma loja com as minhas muletinhas, no outro lado da estrada havia tipo um barzinho, então eu avistei alguém ali, um “maluco beleza”, devia ser um mendigo sei lá, e ainda por cima estava bêbado, ele me avistou e atravessou a estrada, quando ele  chegou, estava sentada dentro do carro...Olhou bem nos meus olhos.. E perguntou se eu acreditava em DEUS...
Eu respondi que sim, que eu acredito... Então ele falou que eu iria ser curada... Olhou-me e saiu chorando... rsrrs
Vai entender né? rsrs As pessoas sempre estão querendo de alguma forma nos curar, como se fossemos castigados, ou então uma desgraça para a sociedade... Penso que isso é pura ignorância, acho que estamos aqui para aprender nos adaptar, e assim crescer como pessoa ou até mesmo quem sabe crescer como espírito... Nunca se sabe o que está além da vida? Não é mesmo???? Ou até mesmo ensinando as pessoas que com a nossa deficiência, podemos ser pessoas comuns, só com um diferencial, nos movimentamos de maneira diferente, isso não quer dizer que somos diferentes das outras pessoas, temos sonhos, desejos e estamos lutando para poder realizar cada um deles...
Bem se um dia ele me ver de novo, pode cair em desespero, pois agora sou uma quase cadeirante.. rsrsr :D  Eu cresci muito daquele tempo pra cá, acho que sou uma pessoa melhor, estou me adaptando aos poucos e tudo está fluindo, não do jeito que eu planejei é claro... Mas, penso que é essa é a vida, com adversidades que ela nos oferece a todo momento... Agora é olhar para frente e enfrentá-la o jeito mais bobo que ela apareceu para nós....

Um ótimo fim de semana!!!
beijos muletantes!!! =]

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Ginástica Inclusiva...




Olham a máteria que eu li na revista "Sentidos", e achei super interessante, por isso decidi dividir com vocês, pois perder uns quilinhos sempre é recomendável, e exercícios faz bem pra mente e para o corpo!!!!

Qualidade de vida e boa forma para todos! Essa é a proposta da “Moving Chair”, primeira aula feita especialmente para as pessoas com mobilidade reduzida. Criada pelo professor de educação física e tae kwon do Cleuton Nunes, de 30 anos, a aula foi apresentada pela primeira vez na 20ª Fitness Brasil, realizada em maio na cidade de Santos, São Paulo.
Após sofrer um acidente de moto em que perdeu as duas pernas, Cleuton Nunes, passou a vivenciar uma nova realidade em que a atividade física não fazia parte dela e resolveu mudar essa situação. “Percebi que os cadeirantes ativos  necessitavam  de melhor condicionamento físico em seu cotidiano, tornando os obstáculos fáceis, inspirando a uma atividade física que não viesse apenas do esporte e que pudesse fazer parte dos movimentos de inclusão”, relata. Foi assim que nasceu a aula que integra todos. O nome “ Moving Chair”, que numa tradução livre  seria “Cadeira móvel”, tem tudo para fazer sucesso, junto com os benefícios que ela proporciona. Muito dinâmica, a aula mescla movimentos do boxe com pilates, trabalhando principalmente os membros superiores. Realizada com músicas empolgantes e acessórios como cordas e elásticos, ela trabalha o corpo, a força e o equilíbrio, permitindo mais controle do tronco sobre a cadeira, o que facilita na locomoção e nas tarefas funcionais do dia-a-dia. A atividade é praticada  em grupo e isso proporciona  o beneficio da integração social, o aumento da auto estima, a qualidade de vida e bem-estar. Para quem não possui deficiência, os exercícios melhoram a postura, o condicionamento físico e o fortalecimento cervical.
Paulo Oliveira, ferramenteiro, 29 anos, que participou da elaboração dos exercícios ao lado do professor, e há dois meses pratica esse esporte, ganhou maior controle de tronco para as transferências da cadeira de rodas para cama e carro. "Outro benefício é o trabalho da musculatura que é percebido nos primeiros treinos", relata Oliveira.
Acessos aos locais
A acessibilidade requer mais que vagas em estacionamentos e ruas adaptadas, ela tem que permitir que a pessoa com deficiência vá para qualquer lugar e possa fazer o que quiser a hora que quiser. Mas, hoje, poucas academias têm instalações, equipamentos e professores treinados para que possam receber pessoas com deficiência.
A academia Companhia Athletica, em São Paulo, possui equipamentos que se ajustam à pessoa com deficiência. Além disso, os treinos são acompanhados e focados nas necessidades individuais de cada um. Segundo o gerente técnico de musculação e especialista em fitness, Wilmar Villas, a importância de um treino adaptado é melhorar a aptidão física para as atividades diárias, aumentando a qualidade dos movimentos, assim como o bem-estar. "A personalização do treinamento é importante devido às características do tipo físico, desequilíbrios e assimetrias musculares", explica Villas. Iniciativas como esta precisam ser seguidas em mais academias pelo país.
A aula criada pelo professor de educação física, por enquanto, só é apreciada pelos pacientes do instituto Lucy Montoro, mas já existem projetos de levar para academias interessadas e até a produção de um vídeo para que o cadeirante treine em casa.

Serviços:
Instituto Lucy Montoro
(11) 3663-3566

Cleuton Nunes
Academia  Companhia Athletica

Espero que gostem!!!!! 
Beijos Muletantes!!!! =]

Fonte: Revista Sentidos

domingo, 12 de setembro de 2010

Meu blog vai mudar de nome?



Vocês sabem que o meu blog tem o nome das minhas queridinhas (as muletas), então esses dias estava pensando, se agora 90% do tempo estou na cadeira, será que o blog agora vai se chamar cadeira vermelha? rsrs Eu me acostumei rápido com a cadeira, vou onde quero mais rápido e com mais segurança, sentadinha na minha cadeira posso ir onde eu quiser, sem ficar me arrastando com as muletinhas... Claro que não vai mudar, pois essa fase das muletas vai estar gravada em minha memória...

Eu nunca vou esquecer as muletas, pois foram quase nove anos com elas sendo minhas companheiras diariamente, cai, me machuquei, levantei, e estou aqui... Com elas ganhei asas para a liberdade, mesmo tendo que ter certos cuidados em certos momentos... Nunca vou esquecer essa época, cada dia aprendendo mais e crescendo, não só como um ser, como qualquer um de vocês que leiam as minhas maluquices... Aprendendo muito mais quando as dificuldades estão á toda hora na minha frente... Cada movimento perdido foi um ato de aprendizado, hoje valorizo ainda os movimentos que tenho, como dizem por ai, sempre vai existir pessoas em piores ou melhores situações que você!!! Então aproveite cada momento, sem pensar no futuro ou no que passou... Antes quando eu era criança me movimentava livremente, meio manca rs, mas, me movimentava, e agora às vezes quero movimentar uma perna e não consigo... Isso é um pouco frustrante, mais eu desistir?
Nunca! Estou aqui como qualquer pessoa, lutando a cada dia!!!

E eu posso dizer que ainda estou iniciando acarreira de cadeirante, quero crescer muito, quem sabe virar uma cadeirante profissional, estou só no começo, mais tudo está indo bem... Claro que de vez em quando existe alguns obstáculos... Mais a nossa vida é cheia de obstáculos, cabe a nós ultrapassar e enfrentar cada um que para à nossa frente!!!

Essa é a vida de um cadeirante!!!
Como diz um amigo meu: Ô vida de aleijado, povo marcado, povo feliz!!! :)

Eu ando tão Down, como dizia Cazuza! Até sai do assunto do post, mas tudo bem!!! Vocês me perdoam, é bom escrever as coisas que eu penso!!! ;)

Beijos Muletantes!!! =]
Uma ótima semana!!!!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Traquinagem sobre rodas...



Depois de um feriado prolongado, nada mais justo que alguma diversão não é mesmo??? haha
Vamos dar um tempo nos assuntos sérios, e voltar a ser criança!!!!
Dizem que as imagens vale mais que mil palavras... Esse vídeo é um desses casos!!!

(Não encontrei o vídeo com legenda, então vai em inglês mesmo!!!)

Beijos Muletantes!!! =]

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

E agora Tuigue?


Oiii gente!!!!
Sabe semana passada fui almoçar na minha Nonna (vó) então sabe como é cadeira nova testei o lugar, lá é bem tranqüilo de andar só uma parte que tem um degrau que não consigo, pois o degrau é muito alto... Mais o resto é bom, até dá de se divertir bem, tem alguns lugares que tem até rampa.. E a areia de lá não é fofa, tipo uma areia  que os pneus rodam que é uma beleza... Depois do almoço decidi voltar pra casa de cadeira, testar os calçamentos ruins da minha cidade... rsrs  Até que não é longe, mas também não é perto? Entendeu? haha  Demorei mais que previa, mas, no final deu tudo certo... :D
Nossa que aventura, pensei que fosse fácil, eu não imaginava a dificuldade que eu iria passar... Primeiro obstáculo a calçada de passeio existe em alguns lugares, mais outros a cadeira sequer passa, então  peguei a calçada de passeio na frente da casa da minha vó, até que foi bom, logo tinha uma rampa para descer, parei um pouquinho antes da rampa e fui tocando a cadeira devagar, percebi que a rampa era muito inclinada, mais lá vamos nós... Até que a descida foi fácil, só que aconteceu um emprevisto que eu não previa rsrsr, a rodinha travou em alguma coisa, que eu nem vi . E agora Tuigue? Então tirei os pés do pedal da cadeira e coloquei no chão, ainda tenho uma força nas pernas, e nem sei onde tirei tanta força, ecom as mãos nas rodas, consegui sair daquela encruzilhada... Vi uns olhares, rsrsr Depois segui a minha jornada pela  “beirinha” do calçamento, mais o pior que existe uma inclinação que a cadeira fica muitoooooooo ruim de tocar, então fui mais pro meio do calçamento, que é um pouco perigoso, ta bom gente estou sendo boazinha, é muitoooo perigoso... Demorei uns 10 minutos ou mais ainda em 100 metros rodados, isso quando a cadeira não parava em algum obstáculo, sabe como é a rodinha da frente travava em alguma pedra e meu corpo ia pra frente igual uma boneca... rsrsrr  Depois ainda a minha vizinha estava passando de carro e parou, pra me cumprimentar... kkkkkk Essa minha vida de lesada não é fácil!!!! Rsrsr Continuando... Depois foi mais tranqüilo, tirando os olhares curiosos das pessoas e os latidos dos cachorros.... Nessa parte minha irmã foi de carro na frente, ela ficou preocupada, pois a gente foi por umas ruas não tão movimentadas... 


 ( A foto não ficou muito bem tirada, mais da de ver a calçada ai né!!! Imaginam a cena, a lesada que vos fala parada na esquina tirando fotos enquanto os carros passavam rsrsr)

Não sei o que os cachorros têm contra a minha cadeira? rsrsr Só ver a lesada aqui, que já vem correndo rsrsr Mas, tudo bem, devo ter demorado um pouco, cheguei em casa exausta, toda suada e descabelada... rsrsr  Mais valeu pela experiência em saber que as ruas não estão nada preparadas para um cadeirante.....  Esses dias li uma frase em algum lugar e achei bem interessante que fala assim: 
"O PROBLEMA NÃO É A LIMITAÇÃO FÍSICA, E SIM AS BARREIRAS QUE A SOCIEDADE NOS IMPÕE" 
 Viver sem medo de ser feliz!!!! Desistir? Nunca!!! 
Beijos Muletetantes!!! =] 
Bom Feriado!!!! 

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Acessórios e Cia....

Vocês já perceberam quantos acessórios temos que carregar, essa vida de lesada não é facil, mas estamos aiiii....
 Quando saio, e vou ter que andar muito levo  a cadeira, assim tenho a liberdade de ir a qualquer lugar sem medo de cair.. haha  Levo também de tiracolo as muletas, não é sempre que se encontra um banheiro adaptado, e as muletas ainda  quebra um galho. haha

Isso não é nada, quando viaja é uma romaria levar  uma roupa de reserva, se caso aconteça algum emprevisto, acidente... rsrsr  E encontrar um banheiro adaptado? Outra romaria, só se for em um shopping... rsrsr.. Ainda bem que as minhas muletinhas me salvam de cada enrascada... Companheiras para todas as horas... Agora elas estão com um pouco de ciúmes da minha cadeira... Tadinhas né? rsrsr

Entra no carro, desmonta a cadeira, sai do carro monta a cadeira, senta larga as muletas, levanta pega as muletas rsrsr Essa minha vida de acessórios é uma loucura, às vezes cansa admito, como queria levantar e sair andando como todo mundo, já fiz isso lá no passado um pouco manca, mais tá valendo,  tenho saudades claro... Mas, uma nova vida  apareceu diante dos meus olhos, posso dizer que está sendo legal, divertida, poder andar onde eu quiser com a minha vermelhinha (a cadeira), claro que ainda tem muito obstáculo, falo da precariedade de acessibilidade que as cidades se encontram... 
Mais devagar, como os passos da formiga estamos transformando a falta de acesso em acessibilidade para todos...

Um Ótimo Fim de Semana!!!!!
Beijos Muletantes ou será Cadeirantes? rsrsr