sábado, 18 de julho de 2015

Cinco coisas que não devemos falar para um Cadeirante!


Oi gente!

Eu resolvi fazer uma listinha de coisas que as pessoas não devem falar para os cadeirantes. Então, vamos do começo, quem é cadeirante sabe do que estou tentando escrever, sobre os relapsos de plantão. Quando conhecemos alguém diferente sempre temos curiosidade, isso é relativamente super normal, porém sempre tem aquelas perguntas ou afirmações impróprias. Entretanto aqui você vai aprender um pouquinho com a lesada sobre o que não se deve falar para um cadeirante:



1 - Tão linda e na cadeira de rodas! 
Bom pra começo de conversa todos nós, pessoas, cadeirantes, tetraplégicos, cegos ou qualquer outra deficiência existente não estamos associados a beleza por carregar uma deficiência, porém a beleza pode sim e deve está junto com qualquer pessoa, seja ela deficiente ou não, é você aí sentado na sua cadeira pode inventar mil razões para não acreditar no que estou escrevendo. A questão é aceite a diferença de sua forma mais espontânea. Imagina todos nós iguais, a vida não teria graça, o bom da nossa vida é a diferença, a singularidade de cada pessoa. Acredito fixamente que você vai mudar de ideia quanto a isso. 

2- Cuidado, não empine a cadeira de rodas! 
Isso é uma questão que você nunca poderá falar para um cadeirante, pois o mesmo sabe quão importante saber empinar a cadeira é para ele por até poder se virar sozinho nas ruas. Quase sempre sem acesso, sem respeito e também oportunidades de poder ir e vir sozinho. É claro, deixa o cadeirante se divertir um pouco e mostrar que ele sabe fazer algo sozinho. Aliás, faz tempo que parei minhas aulas sobre empinar cadeiras, a Ventus é uma cadeira super hiper mega leve e tenho medo de sair mais quebrada do que estou. Mas me viro bem em empinar, só não saio por aí andando e empinando ao mesmo tempo. 

3 - Como você vai ao banheiro? 
Puxa vida, essa pergunta acho a pior de todas, bom temos nossas dificuldades como qualquer pessoa e como qualquer pessoa fizemos como todo mundo. Só precisamos de alguma acessibilidade. Tirando que alguns cadeirantes usam sondas, outros só precisam de remédios para controlar o xixi e por aí vai. Temos que aprender enfrentar a diversidade que está na nossa frente, sempre. 

4  - Quando você vai melhorar? 
Bom, seria bom se não fosse cômico. E essa pergunta está fora de cogitação entre   todas acima, pois a melhora é algo um pouco inalcançável para nós cadeirantes, principalmente quando você nasce com uma doença progressiva. Como uma amiga minha fala: Melhorar? Eu só pioro! Temos que aprender a viver com a nossa situação e aprender a melhorar a nossa qualidade de vida, isso sim é um ponto importante na vida de cadeira de rodas. 

5- Cuidado para não cair! 
Cadeirantes sabem dos seus limites, e não precisamos de alguém que nos falam que vamos cair da cadeira, por um degrau ou qualquer obstáculo que seja. Estamos cientes dos nossos limites, então não precisamos de alguém cuidando e nos alertando o que podemos ou não fazer. Faz parte do nosso cotidiano e da nossa vida cadeirante de ser. 

Beijos Enormes!

2 comentários:

  1. Muito bacana .. isso que postou me fez lembrar uma estória..
    A minha ex namorada, cadeirante, comentou comigo que um certo motorista de taxi que ela utilizava seus serviços sempre dizia...
    Aonde descarrego a Senhora...
    Até que um dia ela o mandou ...... dizendo .. Ouça aqui meu caro .. nao sou saco de cimento para ser descarregada rsrsr
    Parabpéns pelo seu Blog viu
    Rodolfo


    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Volte sempre!