quarta-feira, 28 de julho de 2010

Um aperto....

Oi gente!!!!

Vocês sabem que essa vida de "deficienthi", não é fácil né? Então decidi relatar a vocês uma situação que eu vivi, já faz uns três anos atrás, mais sabe como é, é daquelas que não se esquece fácil... uiiiii

Então como todos sabem essa vida de "malacabadinho", sempre temos que trazer conosco um kit, ou você usa sonda, ou remedinho pra controlar o xixi e não fazer feio... rsrsr  O motivo desse relato é esse, o negócio do xixi, foi grande o babado... rsrsr
Então eu fui convidada pra ser madrinha, do filho da minha irmã, sabe como é essa história né, aquele curso chato que temos que fazer, mais depois do curso vem o batizado... Num Domingo de manhã de inverno, nossa pior ainda, fomos lá ao batizado, eu e meu irmão mais novo éramos os padrinhos mais um casal de primos do meu cunhado... Sabe como é o primeiro sobrinho, todo mundo quer ser padrinho....
Então vocês sabem que tem que assistir a missa, sabe camo é italianos, católicos fervorosos.. rsrsrr "Tutte le buone gente" (tudo boa gente)... Antes de sair de casa esvaziei bem a bexiga, porque sabem como a vida de "malacabado", e ainda mais que tinha mais ou menos umas três horas pela frente, com o frio não saberia se ia  conseguir ficar  tanto tempo sem ter  vontade,  mais na missa correu tudo bem... Depois começou a cerimônia do batizado, essa ora senti um frio na espinha, isso é mau sinal pensei comigo... Então já deu aquela vontade nossa.... Fiquei ali escutando,  desviei  pra pensar em outra coisa, pra ver se essa vontade passava e nada.... Falei com o meu irmão, ele foi à sacristia pra ver se tinha um WC, ele disse que não achou... Eu estava lascada, rs iria ter que fazer xixi ali mesmo... Eu não consigo guentar o xixi por muito tempo na bexiga... Eu lembrava que na época que eu fazia crisma, tinha um banheiro e devia estar lá, disse pra ele:
_Vamos lá!!! Somos obrigados a achar esse banheiro.....
Então lá fomos nós, como dois  escavadores de tesouros, quer dizer de banheiros.... kkkkkk Com essa situação só fazendo graça mesmo... Até que enfim achamos, só foi o tempo de entrar no banheiro e descer as calças... rssrr Por ventura, não aconteceu nada de acidente... rsrsrs Depois que voltei a cerimônia, fiquei até mais aliviada.... Ninguém sabe o desespero que  passei... Assisti o resto da  mesma e pronto...

Mais isso é pra gente tirar de lição e temos que fazer graça até em situações difíceis.... Os malacabados como eu, sabem o que estou falando.....

Beijos Muletantes =]

Em tempo: A minha cadeira está quase chegando......

7 comentários:

  1. Tuigue, a sorrir se dizem coisas sérias. Mas na hora não tem graça nenhuma. rs Tu ainda consegues ir procurar os banheiros (aqui diz-se casa de banho), eu nesta cadeirona nem isso. rs

    Agora a sério: é dramático e bem chato. Nunca estamos calmos e descontraidos na maioria das horas das nossas vidas. Até o simples facto de sair de casa, tem que ser programado ao pormenor.

    Olha, quando fico uns dias sem vir aqui, espanto-me pela positiva com o excelente material publicado. Parabéns?

    Ah, e também gostei muito de no post abaixo, teres escrito que tens um amigo Eduardo LÁAAA...do tetraplégicos. Suponho que o LÁ quer dizer longeeee. rs

    Agora tens que aguentar o frio, eu um calorão, Tuigue... Mais de 40 graus. Umas 1.000 pessoas já morreram por causa dele. Está demais!

    No Inverno invertem-se as coisas,

    Fica bem.

    ResponderExcluir
  2. É bem assim mesmo....sempre uma aventura. E ontem que fiquei pressa na roleta do banco pq não conseguia passar com minhas muletas. A sensibilidade das pessoas em perceber que precisamos de livre acesso é zero.

    Beijos amiga..amei seu relato...a vida é bem isso ai rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. EDUARDO: Imagino como é difícil pra vc!!! Mais a vida é assim mesmo, temos que programar tudo... rsrsr Nossa!!! Obrigado por vc gostar do meu blog!!! hehe E o "Lá do Tetraplégicos", ficou divertido, eu gostei, e tbm por ser bem longe... Que loucura esse do calor ai hein...

    Fica bem tbm!!! Abraço!!!!!

    MÁRCIA: Precisamos de acessibilidade isso sim, as cidades ainda estão muito precárias para atender as nossas necessidades.. Mais a vida é assim empurrando muletas e cadiras vamos vivendo... hehe Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo relato, nossas vidas é um pouco complicada, pois temos que ter acessibilidade, é não temos. Sabe o motivo de vc ter encontrado dificuldade em encontrar um banheiro? Não sabe? Aposto que o padre não é portador de necessidaades ...
    Renato

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Renato:Isso vc está coberto de razão, a acessibilidade está precária em todos os sentidos.. Ele não era portador de necessidades especiais não, acho que nunca vi um padre cadeirante... hehe

    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  6. situações como essa enfrento direto, ainda mais por ser homem. não gosto de fraudas e isso foi motivo de discussão em casa, pois há lugares que preciso usar fraudas, pois não banheiros para utilizar.

    ResponderExcluir
  7. Otávio: Entendo a sua situação, mais às vezes a melhor forma é aceitar certas condições, para ter uma qualidade de vida melhor!!!! Mais a é escolha é sua não mesmo!!!! bjos e volte sempre!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Volte sempre!