sexta-feira, 26 de novembro de 2010

As adapatções da minha vida...



O ser humano é um ser adaptável... Como sabemos quando passamos por algum momento difícil sempre tem um jeitinho para tudo, e nos adaptamos a esse novo momento, seja ele qual for, transformamos os momentos não tão bons assim, em momentos que pelo menos que sejam agradáveis. Agora todo mundo sabe que a lesada que vos fala tem uma doença progressiva, falando nisso não é nada fácil adaptar a nova realidade constantemente, fui mancante, usei aparelho nas pernas, depois vieram às muletas mágicas por onde me arrastei quase nove anos e agora sou uma cadeirante... Não sei se é fácil ou difícil, só sei que a minha vida foi uma constante adaptação, como todo mundo nessa terra tenho dias variáveis, mais a maioria desses dias são positivos, alegres, contagiosos... Não sou mais quem era antes, tudo na minha vida se modificou, mudou gradativamente... Meu corpo já não me obedece como antes, os movimentos se pairavam no ar...  Mais se adaptar a nova realidade não está sendo tão difícil como imaginava, tudo corre no tempo da vida... Agora as adaptações estão toda hora na minha frente, a cadeira de rodas e as muletas me ajudam na locomoção, uma cadeira de plástico e barras na hora do banho, o banheiro precisa ter adaptações necessárias para eu poder usá-lo, as portas não podem ser tão estreitas assim, pois a cadeira não passará... As adaptações estão por todos os lados, aonde quer que eu  vá, as encontro... Aqui em casa está adaptada para eu poder ser o mais independente possível... Em qualquer tarefa que eu queira fazer sou dependente de uma parafernália que eu não queria ter, mais o que fazer? Ou você se adapta a essas situações ou não vive... Por um momento não queria precisar de tanta adaptação, é cadeira, muletas rampas tudo ao meu redor parece girar de uma maneira e velocidade diferente... A cadeira não me pertencem, não fazem parte de mim, mais hoje eu não consigo viver sem elas...
No fundo ainda sou  a mesma, só que agora de uma maneira diferente preciso da cadeira de rodas para me locomover...

Um dia queria sair sem essas adaptações que vivem em me rodear todo o dia, e sentir essa liberdade que tanto espero... Será que eu espero mesmo? Acho que por enquanto a minha liberdade estão destinadas as duas rodas, e nem é tão ruim assim... Acostumar-se a nossa realidade é um processo que você tem que passar e assim se aceitar como você é, independente da sua situação de locomoção.. Viver é mais que ter duas rodas, muletas ou andadores... Viver está acima dessas objeções que ousam estar no nosso caminho no dia-a-dia... Viva, aceite como você é, e seja feliz!

Bom fim de semana!!!
Beijos Muletantes!!! =]

3 comentários:

  1. "Viver é mais que ter duas rodas, muletas ou andadores... Viver está acima dessas objeções que ousam estar no nosso caminho no dia-a-dia... Viva, aceite como você é, e seja feliz!"

    Sabe quem escreveu estas frases? Uma das pessoas que mais admiro no mundo.

    Beijos e um findi iluminado para vc minha amiga.

    ResponderExcluir
  2. Você a cada dia mostra para todos sua superação, superando desafios.
    Segue em frente satisfeita e feliz, mostrando sua eficiência.
    Prova que a deficiência do homem é o preconceito.

    Renato

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Tuigue Venzon,

    A cada dia te adimiro mais e mais...

    Sou seu FÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃ

    Um grande abraço minha amiga.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Volte sempre!